segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Usuário mostra a insatisfação com o serviço de ferry no Maranhão

 Sou passageiro assíduo do ferry, pois me desloco semanalmente para dar aula na UFMA - Pinheiro.Precisamos urgentemente de uma ação conjunta, sistemática e efetiva dos órgãos reguladores em relação aos serviços prestados pelas empresas que detêm essa concessão. Poderiam começar fazendo uma ampla pesquisa de opinião com os usuários sobre a qualidade dos serviços. Posso dizer sem surpresa, que a ampla maioria vai reclamar. Tem ferry que leva 2:30h de travessia. Outros pontos são: falta de informações de segurança, baratas aos montes, coletes furados/danificados, estrutura enferrujada, derramamento de óleo ao mar, barulho intenso do motor, cheiro de óleo queimado, banheiro fétido, alimentos mal acondicionados e caros, cadeiras desconfortáveis, veículos que ligam os motores com os passageiros descendo, fazendo com que respiremos monóxidos de carbono, etc., etc., etc. Oxalá que o Governo, EMAP, Procon, MOB, Promotorias olhem por nós, pois ali, a ocorrência de um acidente é questão estatística, ou seja, vai acontecer. E se perguntarem nessa suposta pesquisa o que os usuários preferem: um terminal recuperado e reformado  ou ferrys novos, confortáveis, seguros e que atravessem entre 30 a 45min? Não tenham dúvida do que escolheremos. Falo aqui como cidadão, representante do SINDUFMA e usuário assíduo dos serviços.
Arkley Bandeira  (Professor  da UFMA)


Nenhum comentário: